Web  portuguese.cri.cn  
Tente. Depois tente novamente - o guerreiro do rúgbi chinês
  2017-03-01 14:55:46  cri

Beijing estava congelando no início de dezembro, mas um grupo de estudantes universitários estava se aquecendo no primeiro campo de rúgbi padrão do país na Universidade Agrícola da China.

Era a equipe da Universidade Agrícola da China, que conquistou o título do Campeonato Nacional de Rúgbi de Sete realizado no mês de novembro em Zhuhai, província de Guangdong (Cantão), sul da China.

Zhang Zhiqiang, uma figura icônica no rúgbi chinês, treina a equipe. "O desempenho desses jovens jogadores muitas vezes me leva de volta ao meu tempo", disse em uma sessão de treinamento.

Zhang é considerado o jogador de rúgbi mais bem sucedido da China. Ele foi capitão da seleção nacional de rúgbi de 1998 a 2008. Em 2006, ajudou a equipe nacional a conquistar a medalha de bronze nos XV Jogos Asiáticos em Doha, no Catar - o melhor desempenho da equipe na Ásia.

Em 2008 e 2009, ele foi o melhor pontuador do Hong Kong Sevens, torneio internacional de rúgbi. E, em 2015, ele foi selecionado como um dos sete melhores jogadores de rúgbi do mundo no Hong Kong Sevens. Ele também jogou para equipes australianas e inglesas.

Sua brilhante carreira lhe custou algumas lesões - fraturas de costelas e lesões lombares, quatro dentes frontais substituídos por dentes postiços e incontáveis contusões . "O rúgbi é jogado por guerreiros", diz Zhang.

Preparando-se para a 16ª edição dos Jogos Asiáticos de 2010, ele recebeu uma notícia triste – fora diagnosticado com câncer testicular. Sua família o persuadiu a interromper sua carreira para se submeter a uma cirurgia o mais rapidamente possível. Zhang estava de volta ao campo quatro meses depois da operação.

"Eu me senti realmente ameaçado pela doença e muito nervoso no início", lembra Zhang. "Mas a recuperação pós-operatória foi mais rápida do que eu esperava, então eu decidi jogar novamente."

"A competitividade dos esportes moldou meu espírito indomável", diz. Mas a idade finalmente falou mais alto. Ele se aposentou do campo aos 38 anos de idade, em 2013, e passou a se dedicar à carreira de técnico. Naquele ano, treinou a equipe masculina de Beijing, que conseguiu a medalha de bronze na 12ª edição dos Jogos Nacionais, realizada na província de Liaoning, nordeste da China.

Agora, Zhang é o treinador da Universidade Agrícola da China e trabalha para uma empresa de promoção de rúgbi. Ele espera tornar o esporte mais popular na China.

Em 1990, a Universidade Agrícola da China estabeleceu a primeira equipe de rúgbi do país. Antes disso, poucos chineses conheciam o esporte. Em 1993, a Universidade escolheu Zhang em sua cidade natal, Zibo, província de Shandong, para treinar rúgbi. "O técnico achou que eu tinha um grande talento no esporte", conta Zhang, que havia treinado basquete por longos anos. Mas ele era totalmente ignorante do rúgbi. "Eu não poderia sequer dizer a diferença do rúgbi e do futebol americano."

Quando a equipe foi fundada, os jogadores eram todos estudantes universitários. Desde então, a Universidade Agrícola da China formou mais de 100 jogadores de todo o país. "Eles passaram de amador para profissional", conta Zhang. A universidade também convidou profissionais e realizou sessões de treinamento para ajudar outras universidades a organizar equipes de rúgbi.

O torneio nacional de rúgbi sete passou a ser realizado todos os anos e o rúgbi se tornou mais conhecido nas universidades chinesas. O esporte entrou nos Jogos Nacionais da China em 2013. Em seguida, províncias e municípios estabeleceram equipes profissionais de rúgbi. De acordo com a Associação Chinesa de Rúgbi, a China tem 1.337 jogadores registrados em todo o país.

Os Jogos Olímpicos de 2016 no Rio acolheram o rúgbi, mas a equipe chinesa não participou. Zhang acredita que a seleção da China poderia ter obtido um desempenho de padrão mundial. Tanto profissionais quanto amadores têm impulsionado o desenvolvimento do rúgbi na China, e patrocinadores comerciais estão vindo a bordo. A Alisports iniciou uma parceria de 10 anos com a World Rugby em abril, prometendo promover o "esporte guerreiro" na China.

Zhang espera que mais crianças se dediquem ao rúgbi. "A maioria dos pais chineses se preocupa, acha que o rúgbi é um jogo feroz para as crianças", diz. "Eles não sabem que as regras de rúgbi proíbem o confronto físico áspero e intenso."

Zhang tem um sonho: "O rúgbi teve origem na Grã-Bretanha e evoluiu para o futebol americano e o futebol australiano", diz ele. "Eu sonho com o 'rúgbi chinês', alinhado com nossa condição física e cultura."

 Imprimir  Comentar  Envie para um amigo
Leia mais
Comentário

v Panqueca de ovos gigante com 3m de diâmetro

v Panorama de jardins de chá em Hubei
mais>>
Aviso Vídeo
Olá, queridos amigos. O Fórum de Cooperação Internacional "Um Cinturão e Uma Rota" será realizado entre os dias 14 e 15 de maio em Beijing. Para ajudar nossos ouvintes e internautas a conhecer melhor a iniciativa chinesa "Um Cinturão e Uma Rota", a Rádio Internacional da China (CRI) organiza o concurso Saiba a Iniciativa "Um Cinturão e Uma Rota", que será realizado entre os dias 15 de abril e 5 de maio. São só cinco questões de múltipla escolha. A participação é simples, e você ainda pode ganhar uma lembrancinha que preparamos para os participantes!
Ranking dos textos mais lidos
• Dia Mundial do Livro
• Na terra alheia
• Iniciativas chinesas beneficiam economia mundial
• Conheça os benefícios do mel para a saúde
• My Fair Lady: parte 2
• Holanda acolhe panda chinês
mais>>
Galeria de fotos

Conheça uma das ruas mais famosas de Xiamen

Os mais incríveis bolos de casamento

Novas fotos da atriz Fan Bingbing

Paisagem de Dunhuang no noroeste da China
mais>>

• Fanzine Nº6, 2016

• Fanzine Nº5, 2016
mais>>
© China Radio International.CRI. All Rights Reserved.
16A Shijingshan Road, Beijing, China. 100040