Web  portuguese.cri.cn  
Um começo sólido para a Província de Hebei na preparação para os Jogos Olímpicos de Inverno de 2022
  2017-02-22 10:04:37  cri

Ao longo de um ano de preparação para os Jogos Olímpicos de Inverno de 2022, a província de Hebei, no norte da China, onde os co-anfitriões Beijing e Zhangjiakou estão localizados, conseguiu um sólido começo no planejamento de instalações olímpicas e construção de infraestrutura de apoio.

INSTALAÇÕES EM TODOS OS SETORES

Hebei completou o projeto de rede de transporte regional e infraestrutura de apoio para Zhangjiakou, disse Li Pu, vice-diretor-adjunto do Escritório de Hebei para os Jogos Olímpicos de Inverno.

A cidade de Zhangjiakou, localizada 200 quilômetros a noroeste de Beijing, elaborou uma série de planos para o evento esportivo de Inverno, incluindo o planejamento geral e a modernização industrial.

A cidade também convidou equipes da Universidade de Tsinghua para elaborar plantas para o seu distrito de Chongli, em será realizada a maioria dos eventos de esqui durante os Jogos Olímpicos de Inverno de 2022.

Li disse que a construção dessas instalações olímpicas começará em 2017, incluindo a construção de locais para biatlo, esqui cross-country e salto de esqui e renovação do Yunding Ski Field, onde será realizado o esqui alpino.

Enquanto isso, a construção de novas ferrovias de alta velocidade e rodovias, ligando Beijing a Zhangjiakou, começará em breve. O tempo para viagens entre cidades será reduzido a menos de 50 minutos após a conclusão das obras.

Hebei tem se concentrado na formação de atletas, treinadores, árbitros e pesquisadores para os Jogos Olímpicos de Inverno. A partir de 2016, uma soma de 50 milhões de yuans (cerca de 7,2 milhões de dólares) será destinada anualmente à formação de pessoal de gestão e serviços.

Somente em 2016, um total de 272 competidores de esportes de inverno foram registrados, juntamente com oito equipes que foram formadas a partir do zero, disse Liu Xiaoma, diretor do Centro de Gerenciamento de Esportes de Inverno de Hebei.

Zhangjiakou também plantou árvores em uma área de 1600 quilômetros quadrados em 2016. A cidade também pretende se ver livre das minas de carvão e da poluição, propondo fechar todas as minas que operam dentro dela nos próximos cinco anos.

INCENTIVAR A PARTICIPAÇÃO DO PÚBLICO

Na tentativa de criar uma atmosfera positiva para os Jogos de 2022, a China pretende envolver 300 milhões de pessoas nos esportes de inverno.

O número de pessoas que participam dessas modalidades regularmente em Hebei deve chegar a 30 milhões em 2022, ou 40% da população da província naquela data.

A província iniciou um festival de gelo e neve no início de dezembro em Zhangjiakou. O carnaval de inverno provincial, também realizado em outras 10 cidades em Hebei, é o segundo do seu tipo desde 2015, quando a China venceu a disputa para sediar os Jogos de 2022.

O festival está prestes a atrair mais participantes do que o primeiro evento, que contou com a participação de 4,5 milhões de pessoas, disse He Jianghai, diretor do Departamento de Esportes de Hebei.

Os locais constituem outro fator chave para popularizar esportes de inverno. Graças aos seus esforços para absorver o investimento privado para a construção de instalações esportivas de Inverno, Hebei tem 34 campos de esqui e 29 pistas de gelo agora. Enquanto isso, a província trouxe ativamente novas tecnologias para construir instalações de esqui e gelo artificial como um suplemento.

A orientação adequada também desempenha um papel importante nos esportes de inverno, que exigem cuidados para não expor a segurança dos participantes.

Hebei promoveu o estabelecimento de associações de esportes de inverno em diferentes níveis. Como resultado de um impulso vigoroso, atualmente Hebei possui uma equipe de 700 instrutores capazes de fornecer orientação profissional para os participantes de esportes de inverno.

OPORTUNIDADES DOURADAS PARA A ATUALIZAÇÃO INDUSTRIAL

Como uma província industrial tradicional que tem uma pesada tarefa de reduzir a capacidade de produção redundante, Hebei viu na preparação para os Jogos de Inverno de 2022 uma oportunidade de ouro para melhorar a sua estrutura industrial.

A província no norte da China prometeu realizar planos para desenvolver a economia de esportes de inverno com uma cadeia industrial completa que abrange fitness, entretenimento, turismo, equipamentos e tecnologias de fabricação e serviço.

Por exemplo, Zhangjiakou está se transformando em um centro nacional de esportes de inverno, fabricação de equipamentos e artes, bem como na formação de recursos humanos, enquanto faz de Chongli um resort de esqui mundialmente famoso e uma base para a indústria nacional de esportes.

Ao concretizar esses planos, a província de Hebei pretende alcançar uma indústria de esportes de inverno no valor de 100 bilhões de yuans (cerca de 14 bilhões de dólares) em 2022.

Muitos campos de esqui se beneficiaram do impulso pela preparação dos Jogos Olímpicos de Inverno. Em Chongli, algumas instalações se tornaram rentáveis depois de anos de abandono, enquanto outras expandiram ou planejaram expandir seus campos para atrair mais esquiadores. Um dos gerentes de campo de esqui disse que suas instalações são construídas e operadas de acordo com os padrões internacionais por causa do efeito olímpico.

O carnaval de inverno não só serve como uma janela para mostrar a cultura de inverno em Hebei, mas também uma plataforma para o desenvolvimento da indústria de esportes de inverno.

O vice-prefeito de Zhangjiakou, Li Li, comparou o festival como um palco definido pelo governo, onde empresas, associações e organizações sociais "oferecem seus respectivos shows".

É uma boa demonstração de como a cooperação público-privada pode ser dinâmica, destacou o prefeito. "Um resultado de ganha-ganha pode ser compartilhado."

A província de Hebei seguirá duas diretrizes principais em 2017. A saber: fazer uma boa preparação para os Jogos Olímpicos de Inverno e buscar seu próprio desenvolvimento através dele, disse Li Pu.

A ênfase será atribuída à construção de instalações de esportes de inverno e instalações de apoio, bem como à popularização dos esportes de inverno, à gestão ambiental e à promoção dos jogos, a fim de estabelecer uma base sólida para uma Olimpíada extraordinária, disse ele.

 Imprimir  Comentar  Envie para um amigo
Leia mais
Comentário

v Estudantes mostram habilidades de balé durante apresentação conjunta em Beijing

v Cenário do Templo Taoista de Jiutai em Shaanxi no noroeste da China
mais>>
Aviso Vídeo
Para conhecer a fundo o Fórum do Cinturão e Rota para Cooperação Internacional, só na Rádio Internacional da China.

Cobertura completa em todas as mídias e em 65 idiomas, transmissão ao vivo em chinês, inglês e russo, notícias em tempo real nas novas mídias para 29 idiomas, reportagens especiais para internet, em 39 idiomas, além das reportagens cooperativas com 130 rádios no exterior.

Fortalecer cooperações internacionais, construir em conjunto "Um Cinturão e Uma Rota", procurar o desenvolvimento de ganhos mútuos.

Ranking dos textos mais lidos
• Sala de Visitas: A intérprete Raquel Martins conta sua trajetória na China e diz que o chinês é sua primeira língua, mas considera o português sua língua materna (Parte I)
• Bate-papo com vencedora na categoria Melhor Estudante do 3º ano do Prêmio Tomás Pereira 2017
• Estrela
• Conheça a culinária dos países ao longo de "Um Cinturão e Uma Rota"
• Sala de Visitas: O treinador de futebol Pedro Martins, o Pedrinho, numa conversa descontraída sobre o esporte e a paixão dos pequenos chineses pelo mundo da bola
• Freedom
mais>>
Galeria de fotos

Tapete vermelho do Festival Internacional de Cinema de Cannes

Mercado noturno em Xinjiang no noroeste da China

Kára McCullough, nova Miss Estados Unidos 2017

Caverna da dinastia Wei é atração turística em Hualai, província de Hebei
mais>>

• Fanzine Nº6, 2016

• Fanzine Nº5, 2016
mais>>
© China Radio International.CRI. All Rights Reserved.
16A Shijingshan Road, Beijing, China. 100040