Web  portuguese.cri.cn  
Investimentos estrangeiros na China recuam 9,2% em janeiro
  2017-02-16 18:43:33  cri

Os investimentos estrangeiros absorvidos pela China em janeiro deste ano registraram uma queda de 9,2% em comparação com o mesmo período do ano passado. Os dados foram anunciados hoje (16) pelo Ministério do Comércio da China. Apesar do resultado, o órgão chinês afirmou que a oscilação se deve principalmente ao feriado nacional do Festival da Primavera. O país continua sendo o destino mais procurado por investidores em todo o mundo.

Em janeiro, 2.010 empresas de capitais estrangeiros fizeram registros para se instalar na China, um aumento de 0,1% em comparação com período idêntico do ano passado. O país absorveu no primeiro mês de 2017, 80,1 bilhões de yuans em investimentos estrangeiros, uma queda de 9,2%. O porta-voz do Ministério do Comércio, Sun Jiwen, analisou o fenômeno.

"A queda se deve a dois factores. Primeiro, as estatísticas registradas em janeiro do ano passado eram bastante altas. E, neste ano, o mês coincidiu com o Festival da Primavera. Queria ressaltar que a oscilação observada em janeiro não indicará a tendência do ano inteiro."

Ainda de acordo com Sun, a estrutura dos investimentos estrangeiros se alinha com a otimização estrutural que o país está promovendo. Por exemplo, o setor manufatureiro de alta tecnologia absorveu em janeiro 5,42 bilhões de yuans, um aumento de quase 40% em relação ao mesmo período do ano passado. O setor de serviços de alta tecnologia, por outro lado, atraiu 8 bilhões de yuans em investimentos estrangeiros, um incremento de 11%. O porta-voz chinês garantiu que a China mantém sua competitividade.

"Durante o período do 13º Plano Quinquenal, a previsão é que a economia chinesa mantenha um crescimento anual superior a 6,5%. Continuará sendo um dos mercados que mais crescem no mundo. O mercado de consumo chinês se tornará também o maior do mundo nos próximos três anos. Os consumidores chineses gastaram no ano passado 33 trilhões de yuans. Além disso, com o aprofundamento da reforma, o país vai abrir mais setores aos investidores estrangeiros e melhorar o seu ambiente de investimentos."

Os investidores chineses investiram no mês passado, 53,27 bilhões de yuans em 108 países e regiões, um recuo de 35,7% em comparação com o mesmo período do ano passado. Sun Jiwen explicou o fluxo dos investimentos chineses fora do país.

"O dinheiro foi principalmente para os setores de manufactura e de informática. Os valores nesses dois segmentos cresceram 79,4% e 33,1% respectivamente. Os capitais chineses destinados ao setor imobiliário e entretenimento caíram 84,3% e 93,3%."

Tradução: Inês Zhu

Revisão: Rafael Fontana

 Imprimir  Comentar  Envie para um amigo
Leia mais
Comentário

v Dalian: Uma das cidades anfitriãs da reunião de Davos de Verão

v Paisagem do Mar dos Bambus no sudoeste da China
mais>>
Aviso Vídeo
Para conhecer a fundo o Fórum do Cinturão e Rota para Cooperação Internacional, só na Rádio Internacional da China.

Cobertura completa em todas as mídias e em 65 idiomas, transmissão ao vivo em chinês, inglês e russo, notícias em tempo real nas novas mídias para 29 idiomas, reportagens especiais para internet, em 39 idiomas, além das reportagens cooperativas com 130 rádios no exterior.

Fortalecer cooperações internacionais, construir em conjunto "Um Cinturão e Uma Rota", procurar o desenvolvimento de ganhos mútuos.

Ranking dos textos mais lidos
• Cidade do Grande Canal - Wuxi
• Tocha
• Entrevista com presidente da Companhia de Desenvolvimento Econômico do Estado do Pará (CODEC), Olavo das Neves
• Conheça a culinária saborosa e diversificada do Marrocos
• Trajes do Hong Yao
• Memória original
mais>>
Galeria de fotos

Filhotes gêmeos de panda em Macau celebram 1º aniversário

Novas fotos da atriz chinesa Liu Yifei

Calcio Storico Fiorentino, o futebol medieval de Florença

A estrada para o Monte Qomolangma
mais>>

• Fanzine Nº1, 2017

• Fanzine Nº6, 2016
mais>>
© China Radio International.CRI. All Rights Reserved.
16A Shijingshan Road, Beijing, China. 100040