Web  portuguese.cri.cn  
COI mantém Rússia nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, mas atletas terão de provar que estão limpos
  2016-08-04 14:29:49  cri

O Comitê Olímpico Internacional (COI) anunciou no último dia 24 que a Rússia não será excluída dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro após o recente escândalo de doping no país. A decisão foi tomada por unanimidade - com apenas uma abstenção - após uma conferência entre membros do Conselho Executivo. No entanto, o COI impôs uma série de restrições para que os russos pudessem participar das competições.

Em relação à particição russa nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, o presidente do Comitê Olímpico da Rússia, Alexander Zhukov, fez uma declaração ao Conselho Executivo do COI, dizendo que o governo russo e seu comitê se comprometeram a cooperar plenamente com as organizações internacionais, de modo a criar um sistema antidoping completo e abrangente. Segundo ele, todos os atletas russos classificados já foram testados pelas entidades estrangeiras de antidoping nos últimos seis meses.

Após a teleconferência, o presidente do COI, Thomas Bach, disse:

"Devido a está situação emergencial, o Conselho Executivo do COI teve que tomar uma decisão muito difícil, porque, como todos sabem a qualificação e as inscrições para as Olimpíadas do Rio de Janeiro já foram finalizadas."

Segundo o comunicado divulgado pelo Conselho Executivo do COI, as autoridades e atletas russos têm que assumir uma "responsabilidade coletiva" devido à acusação de envolvimento do Estado no caso de doping generalizado da delegação do país.

No entanto, em vez de banir totalmente a Rússia no Rio, o presidente do COI, Tomas Bach, informou que as federações internacionais de modalidades esportivas estão autorizadas a determinar se os aletas russos serão permitidos ou não a competir.

"Nós decidimos hoje que somente os atletas russos que respeitarem os rigorosos critérios poderão participar dos Jogos Olímpicos 2016 no Rio de Janeiro. Nós decidimos que com essa delegação teremos que ser intransigentes. As federações desportivas internacionais irão analisar individualmente o histórico de doping de cada atleta, considerando apenas os testes de padrão internacional, o que significa que os realizados na Rússia não tem validade."

A decisão foi tomada após os protestos pela proibição dos atletas russos no Rio de Janeiro. Um relatório independente encomendado pela Agência Mundial Antidoping revelou que as autoridades esportivas da Rússia se envolveram em um esquema de doping entre 2011 e 2015.


1 2
 Imprimir  Comentar  Envie para um amigo
Leia mais
Comentário

v Observatório da Torre de Shanghai oficialmente aberto ao público

v Jianbing, o crepe chinês que tem conquistado Nova Iorque
mais>>
Aviso Vídeo
Olá, queridos amigos. O Fórum de Cooperação Internacional "Um Cinturão e Uma Rota" será realizado entre os dias 14 e 15 de maio em Beijing. Para ajudar nossos ouvintes e internautas a conhecer melhor a iniciativa chinesa "Um Cinturão e Uma Rota", a Rádio Internacional da China (CRI) organiza o concurso Saiba a Iniciativa "Um Cinturão e Uma Rota", que será realizado entre os dias 15 de abril e 5 de maio. São só cinco questões de múltipla escolha. A participação é simples, e você ainda pode ganhar uma lembrancinha que preparamos para os participantes!
Ranking dos textos mais lidos
• A magia de J.K. Rowling: parte 1
• Educação na Faixa de Gaza
• Mundo do animal
• Dia Mundial do Livro
• Na terra alheia
• Iniciativas chinesas beneficiam economia mundial
mais>>
Galeria de fotos

13º Festival Internacional de Animação é aberto em Hangzhou

Monumento em São Paulo ganha protetores auditivos para lembrar combate à poluição sonora

Luta de travesseiro na Cracóvia, Polônia

Mais de 50 filhotes de tigre nascem no nordeste da China em abril
mais>>

• Fanzine Nº6, 2016

• Fanzine Nº5, 2016
mais>>
© China Radio International.CRI. All Rights Reserved.
16A Shijingshan Road, Beijing, China. 100040