Web  portuguese.cri.cn  
China e França estabelecem primeiro laboratório de biosegurança na Ásia
  2015-02-02 16:40:25  cri

O primeiro laboratório da Ásia de nível IV, o nível mais alto em pesquisas de bio segurança, (BSL-4 labs, sigla em inglês) foi estabelecido no dia 31 de janeiro em Wu Han da pronvíncia de Hu Bei. O Centro especializado em pesquisas foi construido por um consórcio cooperativo entre China e França.

Gao Fu, o vice-diretor do Centro de Controle e Prevenção de Doenças da China, revelou que o país vai utilizar a instalação para fazer pesquisas para combater a epidemia de Ebola.

O estabelecimento do BSL-4 significa que a China possui condições de fazer pesquisas sobre vírus com grande potencial de patogenicidade.

Temos agora muitas informações sobre o vírus Ebola, mas ainda não existe uma pesquisa profunda sobre o mecanismo molecular celular para imunopatologia ou fenômeno patológico do Ebola, o que vai ser um dos temas importantes para as nossas pesquisas depois do estabelecimento deste laboratório.

BSL-4 labs, é o único laboratório que poeerá conseguir fazer pesquisas sobre vírus com grande patogenicidade , tais como Ebola e Marburg. Ao falar sobre o estabelecimento deste laboratório em Wu Han, o chefe da Academia de Ciência da China, Bai Chunli, disse que

As infra-estruturas científicas são um base para a pesquisa científica de um país, e também é um marco para avaliar a capacidade de inovação de um páís. O BSL-4 labs em Wu Han, é uma parte importante na construção do sistema defensivo de saúde pública da China, e deverá desempenhar um papel importante na elevação da capacidade da China de prevenir e controlar as doenças com grande patogenicidade.

No mesmo dia, os especialistas da China e França, no setor, discutiram o trabalho de combate ao Ebola. Depois do encontro, Gao Fu apontou que este é um período Pós-Ebola, em que a situação não está tão grave com antes, e há confiança na eliminação desta epidemia na África.

O desenvolvimento da epidemia de Ebola tem se reduzido nos recentes dias no oeste da África. O setor chegou a um consenso de que o vírus não vai provocar mais uma onda de pulverização pela África. Mas precisamos ainda trilhar um longo caminho para eliminar totalmente esta doença, mesmo que tenhamos duas vacinas com efeito ideal em uso.

Segundo informação divulgada pelo Ministério de Saúde da Serra Leoa, o número de mortos e casos confirmados de contaminação pelo vírus Ebola continua a demonstrar um tendência de crescimento no país, mas os outros três país no oeste da África se viram com uma redução que significa que o espalhe da epidemia está sob controle.

 Imprimir  Comentar  Envie para um amigo
Leia mais
Comentário

v Dalian: Uma das cidades anfitriãs da reunião de Davos de Verão

v Paisagem do Mar dos Bambus no sudoeste da China
mais>>
Aviso Vídeo
Para conhecer a fundo o Fórum do Cinturão e Rota para Cooperação Internacional, só na Rádio Internacional da China.

Cobertura completa em todas as mídias e em 65 idiomas, transmissão ao vivo em chinês, inglês e russo, notícias em tempo real nas novas mídias para 29 idiomas, reportagens especiais para internet, em 39 idiomas, além das reportagens cooperativas com 130 rádios no exterior.

Fortalecer cooperações internacionais, construir em conjunto "Um Cinturão e Uma Rota", procurar o desenvolvimento de ganhos mútuos.

Ranking dos textos mais lidos
• Tocha
• Entrevista com presidente da Companhia de Desenvolvimento Econômico do Estado do Pará (CODEC), Olavo das Neves
• Conheça a culinária saborosa e diversificada do Marrocos
• Trajes do Hong Yao
• Memória original
• Wang Yuan, praticante da proteção ambiental familiar
mais>>
Galeria de fotos

Filhotes gêmeos de panda em Macau celebram 1º aniversário

Novas fotos da atriz chinesa Liu Yifei

Calcio Storico Fiorentino, o futebol medieval de Florença

A estrada para o Monte Qomolangma
mais>>

• Fanzine Nº1, 2017

• Fanzine Nº6, 2016
mais>>
© China Radio International.CRI. All Rights Reserved.
16A Shijingshan Road, Beijing, China. 100040