Web  portuguese.cri.cn  
China mostra seus mecanismos anti-corrupção I - Luíz Tasso Neto
  2011-09-06 16:23:40  cri
China mostra seus mecanismos anti-corrupção - CRI acompanha comitiva internacional organizada pelo Partido Comunista da China

Chegamos a Nanjing, capital da Província de Jiangsu por volta do meio dia. Não se podia ver o sol, mas, com certeza, ele estava lá, pois o calor era intenso e muito úmido, como de costume na região. Primeira parada: Nanjing Parkview Hotel. Alguma conferência? Não! Ficariamos hospedados ali. Que bom! Nossa comitiva conta com mais de 20 jornalistas de diversos países e regiões do mundo.

Após o almoço, com direito a pasta, o primeiro compromisso da viagem: conhecer o Centro de controle da Construção Civil de Nanjing. No caminho, um breve histórico da cidade. Nanjing escolhida como capital do país por dinastias e governos durante seus 2500 anos de história. Seu nome significa exatamente capital do sul. Tem inúmeros tesouros culturais, como a Tumba Ming, na lista dos patrimônios históricos da UNESCO. A capital de Jiangsu é um famoso ponto turístico da China.

Jiangsu é a província com a maior densidade demográfica do país. Ao todo, são mais de 78 milhões de habitantes, vivendo em uma área de 102.600 quilômetros quadrados. Fica situada na Costa Leste do país, no delta do Rio Yangtze. Com o Mar Amarelo a leste, Jiangsu faz fronteira com Shandong, ao norte, Anhui, a oeste, Shanghai e Zhejiang a sudeste. O Rio Yangtze corta a província de leste a oeste, enquanto o Grande Canal Beijing-Hangzhou, de norte a sul. São 13 jurisdições, divididas em 105 cidades e distritos. É um dos destinos turísticos mais importantes da China, com 28 cidades na lista das procuradas do país. Também conhecida como a terra do leite e do mel.

 

Nos últimos 19 anos, a economia da região têm crescido a um índice igual ou superior a 10% ao ano. Tal crescimento chama a atenção. No ano passado, o PIB da província ultrapassou quatro bilhões de yuans. Com tanto dinheiro girando, o sistema de fiscalização deve ser pesado, principalmente no que diz respeito a obras públicas.

Pensando nisso, o governo implementou um sistema eletrônico de licitações e concorrências públicas. A plataforma, chamada e-Sunshine, tem como papel principal, supervisionar e agilizar o processo de análise das propostas públicas. Tudo via internet e, como o próprio nome já diz, à luz do Sol, ou seja, de maneira clara e transparente.

Após três horas e meia de uma detalhada apresentação, pudemos compreender como a ferramenta funciona. Além de servir como local para o anúncio de novas licitações, através do site também são feitas as inscrições das empresas. Toda a documentação entregue vai para um banco de dados que cruza as informações. Se houver algo errado ou suspeito com a documentação, o programa emite um alerta. Como por exemplo, se duas propostas, de empresas diferentes, forem feitas a partir de um mesmo computador.

 

O sistema ajudou também a agilizar os processos de concorrência pública. Por lei, cada licitação deve ser analisada por uma comissão de sete juízes. Sendo normalmente quatro de Nanjing e mais três de outras partes da província. Antes, eles tinham que receber toda a documentação, verificar e se reunir para dar o veredicto. Hoje, tudo isso é feito online através da ferramenta, desde a entrega, até a reunião final para a decisão. Um processo que levava meses, hoje pode ser concluído em algumas horas. Dessa forma, a possibilidade de fraude diminuiu consideravelmente.

Após a extensa apresentação, banquete! Os chineses adoram fartura, principalmente na hora da comida. Claro, sempre regado a muito baijou, um destilado de sorgo muito forte, típico da China. Jantamos em um restaurante muito bonito, dentro de um Templo de Confúcio, às margens do Rio Qinhuai. Rio pelo qual passeamos em seguida em barcos típicos da região e que nos levou até a entrada principal dos muros da cidade.

Os muros que cercam Nanjing foram construídos pelo primeiro imperador da Dinastia Ming, Zhu Yuanzhang, entre os anos de 1366 e 1386. São 13 portões ao longo dos mais de 35 quilômetros de muro. A visão noturna do local é interessante. A iluminação amarelada e os bonecos vestidos de soldados dão um ar sombrio. Mas confesso que gostaria de ter visto durante o dia ou pelo menos logo antes do por do sol para ter uma idéia do campo de observação, já que foi construído para a defesa.

Na volta pelo rio, uma supresa: uma apresentação teatral que usava as margens e alguns barcos como palco. Coreografias de danças e costumes da região, com um figurino típico e milenar. Uma boa maneira de encerrar o primeiro dia de viagem.

 Imprimir  Comentar  Envie para um amigo
Leia mais
Comentário

v Rua construída sobre edifício em Chongqing se torna viral nas redes sociais

v "Vila dos animais de estimação" estimula o desenvolvimento do município de Pinyang
mais>>
Aviso Vídeo
Para conhecer a fundo o Fórum do Cinturão e Rota para Cooperação Internacional, só na Rádio Internacional da China.

Cobertura completa em todas as mídias e em 65 idiomas, transmissão ao vivo em chinês, inglês e russo, notícias em tempo real nas novas mídias para 29 idiomas, reportagens especiais para internet, em 39 idiomas, além das reportagens cooperativas com 130 rádios no exterior.

Fortalecer cooperações internacionais, construir em conjunto "Um Cinturão e Uma Rota", procurar o desenvolvimento de ganhos mútuos.

Ranking dos textos mais lidos
• Trajes do Hong Yao
• Memória original
• Wang Yuan, praticante da proteção ambiental familiar
• Conheça os tipos e benefícios do aspargo para saúde
• Deputado brasileiro avalia positivamente relações políticas entre Brasil e China
• O caminho dos negócios de Wang Yang, das pistas para o patins perfeito
mais>>
Galeria de fotos

Entusiastas praticam yoga em toda a China

Vista aérea da cidade costeira de Qingdao

Solstício de Verão

Fabricantes chineses apresentam seus produtos no Show Aéreo de Paris
mais>>

• Fanzine Nº1, 2017

• Fanzine Nº6, 2016
mais>>
© China Radio International.CRI. All Rights Reserved.
16A Shijingshan Road, Beijing, China. 100040