• Fanzine• Sobre CRI• Sobre o Dept.
China Radio International
China
Mundo
  Notícias
  Economia
  Cultura
  Ciência e Tecnologia
  Esporte
  Turismo
  Diplomacia

Repórter

Cultura

Turismo

Sociedade

Etnias

Mundo Lusófono

Culinária
(GMT+08:00) 2006-06-23 09:36:44    
Inquérito às Necessidades de Mão-de-Obra e às Remunerações referente ao 1º Trimestre de 2006

cri

Realizou-se o "Inquérito às Necessidades de Mão-de-Obra e às Remunerações" referente ao 1º trimestre de 2006, junto dos estabelecimentos das indústrias transformadoras, da produção e distribuição de electricidade, gás e água, dos hotéis, restaurantes e similares e das actividades financeiras, excluindo os trabalhadores por conta própria e os mediadores e os agentes de seguros. Com base nos dados fornecidos pelas 642 unidades estatísticas inquiridas, foram inferidos elementos sobre as necessidades de mão-de-obra e remunerações, sendo os mais salientes os seguintes:

No fim do 1º trimestre de 2006, as indústrias transformadoras empregavam 31.850 trabalhadores remunerados, dos quais 22.577 se encontravam na indústria do vestuário. Relativamente ao 1º trimestre de 2005, o número de trabalhadores remunerados nas indústrias transformadoras apresentou um decréscimo de 5,9%. No mês de Março de 2006, a remuneração média dos trabalhadores a tempo completo (excluindo os subsídios de férias e Natal, os prémios de fim do ano/13º mês e as participações nos lucros e similares) neste ramo de actividade foi de 4.494 Patacas, o que se traduziu numa subida de 5,0% em relação ao período homólogo de 2005.

No período supra citado, a produção e distribuição de electricidade, gás e água empregava 1.039 trabalhadores, mais 1,3% relativamente ao período homólogo de 2005. A remuneração média foi de 18.162 Patacas, decresceu 1,4% face ao período homólogo de 2005.

Para o período em análise, os hotéis, restaurantes e similares empregavam 22.636 trabalhadores, destacando-se os restaurantes e similares, com 13.110 trabalhadores. Este sector apresentou um aumento de 6,9% no número de trabalhadores remunerados. No mês de Março de 2006, a remuneração média nos hotéis, restaurantes e similares foi de 5.952 Patacas, registando--se uma variação positiva de 6,4%.

No fim do 1º trimestre de 2006, as actividades financeiras tinham ao serviço 4.531 trabalhadores, dos quais 3.845 pertenciam aos bancos. Em relação ao período homólogo de 2005, o número de trabalhadores remunerados empregados por este ramo de actividade aumentou 7,3%. Relativamente ao mês Março de 2006, a remuneração média nas actividades financeiras foi de 13.990 Patacas, porém, em relação ao período homólogo de 2005, subiu 6,1%.

Nos finais de Março de 2006, o número de postos de trabalho vagos nas indústrias transformadoras foi de 7.839, dos quais 6.136 pertenciam à indústria do vestuário. Existiam 3.863 vagas no ramo de hotéis, restaurantes e similares, 182 vagas nas actividades financeiras e 10 vagas na produção e distribuição de electricidade, gás e água.

Em relação aos requisitos de recrutamento, cerca de 75% dos postos de trabalho vagos nas indústrias transformadoras necessitavam de experiência profissional. Por seu turno, a maior parte dos postos vagos na produção e distribuição de electricidade, gás e água e nas actividades financeiras requerem um nível académico equivalente ou superior ao secundário complementar. O inglês (96,7%) e o mandarim (78,6%) foram as línguas preferencialmente pedidas pelas actividades financeiras, enquanto que o inglês foi a língua mais exigida pelos postos de trabalho vagos na produção e distribuição de electricidade, gás e água (80,0%).