China Radio International
(GMT+08:00) 2006-02-15 15:20:37    
Modificação de carros, nova moda entre jovens chineses

cri
Hoje em dia, os carros privados são cada vez mais populares na China. A par desse fervor, a modificação de carros também entrou no cotidiano dos chineses. Os carros modificados vão e vêm pelas ruas, atraindo a atenção das pessoas por sua aparência.

A Feira Oeste de Componentes Automóveis de Beijing, com uma área de mais de cem mil metros quadrados, está sempre movimentada pelos clientes. Entre mais de 700 lojas na Feira, as de modificação chamam mais atenção.

Numa loja de modificação chamada Fei Kai, o proprietário Guo concedeu uma entrevista à nossa reportagem. Nas prateleiras desta loja são expostos diversos componentes automóveis e, no teto, ainda são suspensos volantes e almofadas. Mais de dez técnicos estão recomendando peças ou designando soluções para os clientes utilizando computadores.

Segundo Guo, que está fazendo um design diante de tela de computador, a loja está andando com bons negócios, e os clientes nunca acabam.

"Modificamos mensalmente 60 a 70 carros. A maioria dos clientes é jovem. E os trabalhos principais são modificação de aparência e tuning do motor. A elevação de força motriz é o desejo de muitos clientes, que procuram sentir a emoção causada pela velocidade, enquanto outros amigos gostam de modificar a aparência de seus carros".

Pelas ruas nesta cidade, podem-se ver muitos carros modificados. Alguns estão decorados com adesivos, coloridos; outros levam asas traseiras, pára-choques fortificados, antenas ou bagageiros. Embora alguns não sejam muito "anormais" na aparência, a parte interior já conheceu alterações fundamentais. E todas as vezes que as pessoas olham para esses carros, os donos jovens ficam satisfeitos.

Xu Jiaming falou sobre as modificações em seu Gol. Ele o adquiriu por mais de 90 mil yuans e, depois, investiu mais 20 mil yuans em "cirurgias plásticas".

"Mudei o escapamento, a suspensão e as rodas. Ele ficou prá frente! "

Em comparação com o mesmo setor nos países ocidentais, popularizado nos anos 60 e 70 o século passado, a China ainda está atrasada. Os chineses começaram a mudar seus carros somente nos últimos anos. O professor do Instituto de Economia da Academia Nacional de Ciências Sociais da China Han Meng afirmou:

"A modificação de carros chegou há pouco tempo na China. No início, o motivo era esportivo. Agora os jovens seguem a moda para manifestar a singularidade de seu carro e sua individualidade própria."

Em virtude de que o tuning de carro é uma indústria recém-surgida no País, para evitar as alterações que prejudiquem eventualmente a segurança dos veículos, as autoridades concernentes promulgaram políticas e critérios relacionados. Por exemplo, é proibido alterar a estrutura de carros cadastrados e os números de identificação do motor e do chassi. Por isso, a modificação de carros na China é restrita à instalação de asas, troca de portas de abertura lateral por vertical e alteração de algumas peças para elevar a velocidade. No caso do Sr. Xu Jiaming, até colocou caixa de ar:

"Essa caixa é de carboneto, e tem boa eficiência. Através da instalação, a força motriz foi obviamente aumentada, especialmente em média e alta velocidade."

Xu tem sua loja de tuning favorita. Ele disse que cada carro também tem sua personalidade. Se fixar os seus mecânicos, eles terão oportunidade de conhecer suas características e escolherem os componentes de substituição mais corretos. O costume de Xu é comum entre os donos de carros modificados, pois eles normalmente promovem as modificações apenas em suas lojas favoritas. Conforme Guo, devido aos encontros freqüentes com os donos de carros, eles fazem amigos, com quem promove convívios regulares.

"Formamos clubes e organizamos atividades, como excursões e competições".