China Radio International
(GMT+08:00) 2005-05-12 14:21:33    
Religião atrai turistas à Província de Shanxi

cri

Shanxi, Província no Norte da China, concentra valiosos patrimônios arquitetônicos, esculturas e pinturas budistas.

Datong, a segunda cidade de Shanxi, fica a cinco horas de trem ao oeste de Beijing. Sua fama é oriunda das grutas de Yungang. Elas se situam no subúrbio oeste de Datong, cujas grutas se estendem de Leste a Oeste por cerca de mil metros. Sua construção começou no ano 460, incentivada pelo monge Tan Yao e a autorização do imperador da Dinastia Wei do Norte.

Há 53 grutas que preservam cerca de 51 mil estátuas budistas, a mais alta com 17 metros e, a mais baixa, alguns centímetros. É um dos maiores conjuntos de grutas na China e o grande tesouro artístico mundial. As esculturas assimilam a arte budista indiana e guardam estilo da arte tradicional chinês. Ao vê-las, a italiana Filomena Riccarda ficou admirada: "Estou emocionada. É pela primeira vez que eu vejo um conjunto de grutas tão grandioso. Acho que a cultura budista da China é fantástica. Embora cansativa, a viagem vale a pena".

Outro sítio ligado ao budismo em Shanxi se chama Montanha Heengshan, ou seja, a Montanha da Constância. Ela fica a duas horas de ônibus para oeste das grutas Yungang. Seu lugar mais conhecido é o Templo Pendente (Suspenso no Ar), o qual, situado na ribanceira Jinlongkou, conta como um grupo de edifícios vermelhos e verdes tão graciosos que parecem interligadas às rochas por fios invisíveis. Kong Yifan, disse que subir ao Templo Pendente é quase uma aventura. Ele disse assim: "Depois de atravessar a sala principal, devemos andar cuidadosamente em vários caminhos de madeira pendentes para chegar a demais salas." Quanto ao suspenso do templo no ar, o monge Xuan explicou que antigamente, quando o templo permanecia ao nível do solo, era sujeito a inundações. Por isso, as autoridades da época mandaram suspender o templo.

O Templo possui mais de oitenta estátuas de bronze, ferro, barro e pedra. O mais interessante é que numa sala, as estátuas de Xáquia Muni, Laozi e Confúcio, que representam respectivamente budismo, taoísmo e o confucionismo estão dispostas conjuntamente, fato raramente observado no País.

Terminada a visita na Montanha Heengshan, o próximo destino será a Montanha Wutai, que fica a cerca de três horas de ônibus ao sul de Heengshan. A Montanha Wutai é considerada como uma das quatro montanhas budistas sagradas da China, junto com a Montanha Ermei (Sichuan), a Montanha Putuo (Zhejiang), a Montanha Jiuhua (Anhui). Seu ponto mais alto chega a 3 mil metros. Cerca de 50 templos budistas estão preservados, inclusive os famosos Templo Xiantong, Tayuan e Wanfuo.