China Radio International
(GMT+08:00) 2004-11-10 12:43:19    
China e Brasil: História de chá e café

cri

Mensagem dirigida a amigos brasileiros
às vésperas da Semana Cultural "Sentir e Viver a China"- III
Zhao Qizheng
Ministro do Gabinete de Informações do Conselho de Estado da China

Seguindo a teoria filosófica de Deng Xiaoping de que atravessando o rio tocando e seguindo pedras, quer dizer, emprestando experiências exteriores em vez de copiar o modelo deles a fim de decidir seu próprio caminho de desenvolvimento segundo suas condições sociais, econômicas e políticas. Tais previsões não se tornaram realidades na China, pois a China adotou seu modelo de reformas de maneira progressiva. Por exemplo, antes de suas indústrias ter sido crescidas e formar seu mecanismo de antidumping, a China foi muito prudente no comércio livre; antes de ter formado seu mecanismo regulador financeiro, não propõe liberalismo financial e não abre seu mercado de capitais; antes de desenvolver sua economia privada e formar seu mercado de mão de obra, é prudente na reforma de empresas estatais com ações diversificadas, nem a privatização. A China mantinha por longo tempo sua economia planificada. Agora, ao transformar o sistema de suas empresas estatais, o governo preste muita atenção na eficiência econômica e na justiça social, regula a reforma empresarial em termos da lei a fim de assegurar seus capitais estatais e manter a estabilidade social.

                     
Ao meu ver, ao desenvolver as relações econômicas e comerciais, os dois países devem manter um mecanismo de estudar e discutir problemas de interesses comuns ou problemas semelhantes enfrentados no seu desenvolvimento e reforma, tal mecanismo pode ser fórum, e contar com a presença dos governos, empresas e especialistas. Acreditamos que isso poderá consolidar as relações de parceria estratégica e para completar um a outro, o que é na realidade uma parte importante da nova ordem econômica internacional.
Para os chineses, o Brasil é um país atraente. Nos anos 80, o filme brasileiro "Estrada da Vida" foi exibido na China, com o que os protagonistas "José Rico e Milionário" tornaram-se temas nas conversas cotidianas na China. Depois, a telenovela "A Escrava Isaura" trouxe a Isaura ao público chinês. Em 1994, o primeiro grupo de jovens chineses de futebol foi ao Brasil onde ficou até Dezembro de 1972. Agora, 7 dos craques da seleção chinesa foram treinados no Brasil. A China e o Brasil ainda enfrentaram na copa de 2002 e em julho deste ano, a Fifa declarou e reconheceu que a origem de futebol foi de Zibo, província de Shandong. Porém, os descendentes chineses não continuaram tradições de seus antecedentes.

                       
Para finalizar, eu quero tocar o assunto de chá e café. Algum empresário brasileiro falou assim: se cada chinês toma um copinho de cafá, o Brasil será muito rico. Ele tem razão. A importação de grãos de café saltou de 4000 toneladas de 1995 para 15000 toneladas em 1996. A companhia Starbucks abriu sua primeira loja em Beijing em janeiro de 1999, e agora já tem 43 lojas em Beijing e 45 em Shanghai. Um outro empresário brasileiro previu assim, se mais chineses tiver o hábito de tomar café, até o 2020, os chineses consumirão mais café dos americanos, o que significa um aumento de 25% da exportação de café de todo o mundo. Podemos imaginar uma cena impressionante em que chineses tomando café do Brasil e apreciando o futebol e samba do brasil, enquanto, o povo brasileiro tomando o chá chinês e apreciando o Kungfua, artes marciais da China e ópera de Beijing. Com os esforços comuns, nós poderemos alcançar o que queremos.